RECUSA AO BAFÔMETRO NA PANDEMIA

O teste do bafômetro tem a intenção de verificar se um cidadão esta conduzindo um veiculo sobre o efeito de álcool, para evitar acidentes nas estradas Brasileiras, o teste do bafômetro tem se mostrando importante na prevenção desses problemas.

Quando uma motorista que tenha consumido uma quantidade de álcool excessiva, é pego no teste do bafômetro, ele é enquadrado em uma infração gravíssima de trânsito, a recusa ao teste do bafômetro também é considerada uma infração gravíssima e um crime de trânsito.

Mas, durante a pandemia, utilizar um aparelho que tem alta possibilidade de contaminação, (já que você tem que assoprar o aparelho), nesse caso a recusa é permitida?

Será que o condutor que se recusar a fazer o teste do bafômetro por questões de saúde, pode ser punido? Iremos te explicar tudo isso nesse artigo!

Caso você tenha recebido uma multa, seja por recusa ao teste do bafômetro ou por outro motivo, recorra com a Liberty Multas!

Nós vamos ajudar você, nós te oferecemos uma consulta gratuita, analisamos todos detalhes do seu caso e recorremos pra você!

Recusa ao teste do bafômetro na pandemia em 2020

Durante a pandemia no ano de 2020, o medo da contaminação pelo corona vírus era grande, pelos inúmeros casos de mortes no brasil, por conta o disso foi questionado se o teste do bafômetro seria suspenso.

A recusa ao teste do bafômetro durante a pandemia não foi considerada uma infração de trânsito, pois ela não aconteceu, já que durante a pandemia o teste do bafômetro foi suspenso, pois foi considerado pelas autoridades públicas que ele oferece muito risco de contaminação.

Essa medida foi muito criticada, pois os acidentes causados por consumo de álcool excessivo, podem ter aumentado na pandemia trazendo maiores problemas para o trânsito Brasileiro.

Recusa ao teste do bafômetro em 2021

Durante a pandemia do corona vírus o medo de contaminação é grande, porém o Brasil continua funcionando, e no ano de 2021 a blitz da lei seca continuou, agora com outro método.

Agora somente os condutores que apresentarem sinais de embriaguez, serão separados dos demais para realizarem o teste do bafômetro, após a realização do teste do bafômetro o equipamento é higienizado para que seja usado novamente.

O condutor que for intimado a fazer o teste do bafômetro e se recusar, ainda sofrerá com as punições e será enquadrado no artigo 165 do código Brasileiro de trânsito (CTB) e terá sua CNH suspensa por até 12 meses além de ter que pagar uma multa de R$ 2.934,70.

Conclusão

No começo da pandemia ainda em 2020 por medo do vírus, o teste do bafômetro foi suspenso, mas com aumento dos casos ele retornou de uma forma diferente, agora o teste do bafômetro é feito apenas em motoristas que apresentem sinais de embriaguez.

O condutor que aparentar estar embriagado será intimado a fazer o teste do bafômetro, após a realizar o teste, o equipamento é higienizado para ser utilizado novamente.

Porém, se algum condutores se recusar a se submeter ao teste do bafômetro, ele sofrerá com as punições da lei, previstas no artigo 165 do CTB.

Mas, existem muitas partes da pandemia que podem justificar a recusa, como o medo do vírus, então se você foi multado por se recusar a fazer o teste do bafômetro, recorra com a Liberty Multas!

Nós vamos te oferecer uma consulta grátis, analisar seu caso com atenção e recorrer pra você.

Veja também: